Experimentação no homem são Imprimir

Conteúdo:

1. Título: Experimentação no homem são.
2. Listagem de tópicos.
3. Lei da semelhança: seus fatores.
4. Experimentação de drogas no homem sadio.
5. Albrecht von Haller (1708-1777). Foto.
6. Haller e a experimentação de drogas no homem em citação no §108 do Organon.
7. Significado prático da experimentação em humanos.
8. A semelhança na observação de Hipócrates.
9. Contribuições de Hahnemann à ciência médica.
10. A primeira patogenesia. China officinalis.
11. Floresta do Perú eChina officinalis. Desenho.
12. Deduções práticas da 1ª experimentação.
13. Experimentação de novas drogas.
14. Requisitos inerentes à experimentação no homem são.
15. Normas de experimentação.
16. Inconveniência da experimentação em doentes.
17. Farmacodinâmica e Farmacocinética.
18. Indivíduo são e sensível.
19. Condições dos participantes de uma experimentação.
20. Qualidades de diretor de grupo de experimentação.
21. Variaçâo de resposta.
22. Idiossincrasia.
23. Manifestações patogenéticas e manifestações idiossincrásicas.
24. Fatores distintivos da manifestação idiossincrásica.
25 . Níveis de similitude.
26-27-28. Drogas: sinais primários e sinais secundários nas patogenesias.
29. Ações primárias bi e trifásicas.
30. Requisitos da substância experimentada.
31. Concentração da droga experimentada.
32. Condições necessárias para a experimentação no homem são (F. Dantas).
33 e 34. Experimentação pura e a Libera Univerzitá Internazionale di Medicina Omeopatica (LUIMO).
35. Relação dos principais trabalhos publicados de Hahnemann sobre experimentação no homem são.
36. As três obras mais importantes de Hahnemann.
37. Hahnemann mestre (Gravura).
38. Fim
 

alt